A madrugada dessa sexta-feira (21) foi marcada por muita explosão e saudade. Nas vozes de Ednardo, Angela Ro Ro, Lira, Cida Moreira, Tulipa Ruiz, Isaar, Fernando Catatau, Juvenil Silva, Renata Arruda e Gabi da Pele Preta, um ‘super time’, se reuniu para homenagear o cantor-compositor Belchior, na abertura oficial da Praça Mestre Dominguinhos no 27º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG).

A noite começou com a garanhuense Amanda Back, que já deixou o gosto do que estava por vir, cantando alguns sucessos do homenageado da noite. O movimento musical manguebeat ganhou espaço no palco, seguindo com a banda Mundo Livre S/A, que apresentou o show do DVD lançado em 2016.

Um dos marcos da noite, Geraldo Azevedo, subiu logo em seguida e cantou grandes sucessos da carreira, arrancando lágrimas e coros do público. “É sempre um prazer tocar no interior de Pernambuco, trazer essa regionalidade e encontrar amigos para homenagear um grande artista brasileiro, que deixou um marco atemporal”, descreveu Geraldo Azevedo.

Por volta da meia-noite, começaram as apresentações mais esperadas da primeira noite de shows no palco Mestre Dominguinhos. “Divina comédia humana”, na voz do arcoverdense Lira, abriu o tributo a Belchior, seguido de um revezamento entre os artistas.

Tulipa Ruiz foi um dos artistas que participaram do tributo em homenagem a Belchior, no palco Mestre Dominguinhos | Foto: Mikaella Pedrosa

A cantora paulista Tulipa Ruiz, que marcou a noite com sua potência vocal afiada, desceu emocionada do palco. “A música de Belchior é e sempre vai ser atual. Feliz demais com esse encontro”, disse.

Os arranjos de todas as músicas ficaram por conta dos pernambucanos Juliano Holanda e sua banda.

Terceiro dia

Os shows na praça Mestre Dominguinhos continuam. Neste sábado (22), a partir das 20h, as atrações que subirão no palco homônimo da praça são: Rogério e os Cabras, Maciel Salu, “Cantos Rurais”, com Adiel Luna e Mestre Bule-Bule; além de Alice Caymmi e Baby do Brasil.